File BR RSTJRS RSTJRS 1G Guaíba PCRIM 9001991369455 - Especial – Tribunal do Júri (Draft)

Código de referência

BR RSTJRS RSTJRS 1G Guaíba PCRIM 9001991369455

Título

Especial – Tribunal do Júri

Data(s)

  • 1947-09-03 - 1950-04-19 (Creation)

Nível de descrição

File

Extensão e mída

Gênero textual, 1 volume, 170 folhas.

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Âmbito e conteúdo

Número 2947
Resumo: Em 1947, uma recém-nascida foi enterrada viva em localidade na zona rural de Guaíba. Após alguns dias o corpo foi encontrado por cães. O dono dos animais impediu-os de devorarem o resto do corpo e levou o caso à polícia, quando o inquérito foi iniciado. Constatou-se, então, que a criança era filha de G.R., com 16 anos de idade, e A.S., noivo de sua irmã, com quem havia mantido relações sexuais. A irmã de G.R., ao saber do parto, impôs ao noivo que desse um jeito, ao passo que este decidiu livrar-se da criança enterrando-a em um valo ainda viva. No depoimento, G.R. declarou que havia sido seduzida um ano antes pelo anterior namorado que, após consumar a sedução, desapareceu. Também declarou que, mesmo mantendo relações com o noivo da irmã, só veio a perceber que estava grávida perto do dia do parto, que ocorreu em sua casa. Sua irmã, A.R., entregou a recém-nascida ao noivo pela janela para que se livrasse da criança. A.S., o pai do bebê, foi julgado pelo Tribunal do Júri e condenado a dois anos e meio de reclusão. Sua noiva foi absolvida.

Avaliação, selecção e eliminação

Processo de guarda permanente por interesse histórico.

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Condições de acesso

Documento em boas condições, no geral. Alguns amassados e rasgos nas bordas.

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Nota

Autos apresentam auto de necrópsia e exame de corpo de delito da mãe da criança.
Os envolvidos nesse crime eram analfabetos.

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso de locais

Pontos de acesso de gênero

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estado

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Zona da incorporação