Pasta/Processo BR RSTJRS RSTJRS 1G PORTO ALEGRE PCRIM 9001999929813 - Processo Crime – Latrocínio (Preliminar)

Código de referência

BR RSTJRS RSTJRS 1G PORTO ALEGRE PCRIM 9001999929813

Título

Processo Crime – Latrocínio

Data(s)

  • 1962-08-01 - 1967-09-20 (Produção)

Nível de descrição

Pasta/Processo

Dimensão e suporte

Gênero textual, 02 volumes, 228 folhas.

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Âmbito e conteúdo

Número: 25062

Em julho de 1962, três meretrizes decidiram assaltar o posto Sagol, na Rua Siqueira Campos, conhecido como “Posto do Avião”, pelo formato do estabelecimento. Elas eram auxiliadas por um homem, que subtrairia o dinheiro do caixa enquanto as meretrizes distraíam o funcionário do posto, E.B. Contudo, E. foi baleado e morto durante a ação, após a qual as mulheres e o assaltante fugiram em um carro alugado para a casa de uma das meretrizes, H.O., no bairro Cristal.
A polícia imediatamente se dirigiu ao local do crime, onde testemunhas apontaram para H., D.N.M. e M.A.F.S. como sendo as autoras, e as detiveram.
Primeiramente, as rés indicaram o soldado da Brigada Militar A.S.C. como sendo o homem que as auxiliou no assalto (ele também foi apontado como amante de M.
A.S.C. foi levado para depor e alegou não conhecer as meretrizes, e que, no momento do assalto, estava de serviço na sua corporação. Após a declaração do soldado, as rés mudaram suas versões dos fatos, para dizer que um rapaz que não conheciam as abordou para que o auxiliassem no assalto, convencendo-as a participar com a promessa de divisão do dinheiro. As três mulheres tiveram prisão preventiva decretada. Exames periciais constataram a presença de resíduos de pólvora nas mãos de M. e H., que não explicaram a presença da substância, e não admitiram terem atirado na vítima.
Estando comprovado o latrocínio e o envolvimento das rés no crime, elas foram condenadas a 15 anos de reclusão e pagamento de multa.
As rés apelaram da decisão, e fugiram do Instituto em que cumpriam pena, restando desertas as apelações interpostas. Elas foram novamente presas, e a ré D. após laudo médico, foi transferida para o Instituto Psiquiátrico Forense para cumprir pena.

Avaliação, selecção e eliminação

Processo de Guarda Permanente – Interesse Histórico

Ingressos adicionais

Sistema de organização

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Documento em boas condições, no geral. Alguns amassados e rasgos nas bordas.

Instrumentos de descrição

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Nota

Contém fotos da cena do crime

Identificador(es) alternativo(s)

Pontos de acesso - Locais

Pontos de acesso de género

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão, eliminação

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

Zona da incorporação